Palácio Celso Galvão

É a Estação da Esperança – lugar onde tudo começa e onde tudo termina. O início e fim do ciclo das Estações.
Em torno do Palácio, gaiolas são abertas para liberdade de pombos para enaltecer a paz e a liberdade no amor.
O edifício é um grande presente para o mundo: cravejada de diamantes e luzes árticas que trazem calmaria, além de janelas e portas em arabescos em forma de corações para simbolizar as batidas do peito e o amor pacífico.

Os snowfall em direção ao alto simbolizam que tudo se eleva e sobe em duração ao paraíso. E, por fim, os pombos. Estes simbolizando a paz, a força Divina e a Esperança, sendo também O Espírito Santo que é a Terceira Pessoa da Trindade, o que quer dizer que Ele é Deus. Ele habita no cristão e é responsável por levá-lo a crer em Deus. O Espírito é o próprio Deus que habita nos cristãos e nos capacita para vivermos a vida.

Em frente à Prefeitura, um trenzinho que possui movimento nas rodas e solta fumaça carrega no primeiro vagão o grande sentido do Natal: o presépio que conta a história do nascimento de Jesus. Já no segundo vagão, uma linda árvore de Natal representa a antiga tradição de trazer pinheiros de trem para os enfeites.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Contato

© Site desenvolvido pela SECOM / SECULT da Prefeitura Municipal de Garanhuns. 

-2021-